domingo, 22 de novembro de 2009

Viúva de autor de "O Pequeno Príncipe" falsificou cartas para ficar com herança

O livro "Les Mystères de Saint-Exupéry" (os mistérios de Saint-Exupéry, em tradução livre), recém-lançado na França, está causando polêmica por revelar que a mulher de Antoine de Saint-Exupéry falsificou cartas com a assinatura dele para ficar com a herança do autor de "O Pequeno Príncipe".
Consuelo Suncín (1902-1979), que era de El Salvador e inspirou o personagem da rosa no livro mais famoso de Saint-Exupéry, "não era querida por boa parte da família de Saint-Exupéry e ficou com medo de ficar sem nada", diz o autor do livro que traz a revelação, o jornalista Jean-Claude Perrier.

Segundo ele, depois que Saint-Exupéry desapareceu sobre o Mediterrâneo em 1944 --ele também era aviador--, Consuelo "falsificou cartas para fazer todos acreditarem que ela era sua herdeira universal". Descoberta a fraude, a mãe de Saint-Exupéry, Marie, quis evitar um escândalo na época e propôs a Consuelo dividir os direitos em partes iguais.
A tentativa de falsificação permaneceu como um segredo da família de Saint-Exupéry por 60 anos. Perrier, considerado conhecedor da obra de Saint-Exupéry na França, usou em sua pesquisa documentos que estavam com Antonio Martínez Fructuoso, motorista, secretário e último amor de Consuelo.

1 comentário:

  1. Olá,

    Estamos montando um cadastro de blogs relevantes segmentados por assunto.
    Caso tenha interesse em incluir o seu blog gratuitamente neste cadastro basta nos enviar uma mensagem para blogs@difundir.com.br informando o endereço do seu blog, e-mail de contato e assuntos que são abordados no seu blog.

    Abraço,
    Sergio
    blogs@difundir.com.br
    www.difundir.com.br

    ResponderEliminar