terça-feira, 11 de janeiro de 2011

[Curiosidades Literárias] Filho de peixe, peixinho é

Já dizia o ditado popular: filho de peixe, peixinho é. Na história da literatura mundial existem diversos exemplos de filhos de autores famosos que seguiram o exemplo dos pais e se deram muito bem.


No Brasil, talvez o exemplo mais conhecido seja o dos Verissimos: Érico e Luis Fernando. O primeiro é considerado por muitos o maior escritor gaúcho de todos os tempos, autor de clássicos da literatura brasileira e mundial como a saga O tempo e o Vento, épico sobre a história do Rio Grande do Sul, e Olhai os Lírios do Campo. O segundo, por sua vez, é mais conhecido por suas crônicas e textos de humor, publicados diariamente em vários jornais brasileiros. Com mais de 60 títulos publicados, é um dos mais populares escritores brasileiros contemporâneos.


Ainda em terras Tupiniquins, existe outro exemplo igualmente famoso, estamos falando agora dos Buarque de Holanda: Sérgio e Chico. O primeiro foi um dos maiores historiadores brasileiros, autor do clássico Raízes do Brasil. O segundo, bem mais conhecido do grande público, além de ser considerado um dos maiores compositores e cantores brasileiros, possui uma sólida carreira literária, tendo escrito vários romances que foram sucessos de público e crítica, como Budapeste e Leite Derramado.


No mundo, talvez o exemplo mais famoso seja o dos Dumas: Alexandre, Pai e Alexande, Filho. Alexandre Dumas, pai, foi um dos maiores romancistas da história da língua francesa, autor de diversos clássicos como O Conde de Monte Cristo e Os romances de D'Artagnan. Apesar do sucesso e das suas ligações aristocráticas, sua vida sempre foi marcada por ser mulato. Alexandre Dumas, filho, por sua vez, seguiu os passos do pai famoso e igualmente se tornou um escritor de sucesso, sendo o autor do famoso livro A Dama das Camélia.

Sem comentários:

Enviar um comentário