sábado, 8 de janeiro de 2011

[Curiosidades Literárias] Mario Vargas Llosa e a presidência


O ganhador do prêmio Nobel de 2010, Mario Vargas Llosa, é um grande ativista político. O escritor peruano, ao contrário da grande maioria dos escritores latino-americanos, não possui inclinação política para o socialismo ou para a esquerda, fato que o fez ser "discriminado" por seus pares. Seu ativismo político é tão forte que em 1990 chegou a concorrer a presidência do Peru, com a Frente Demócrata (FREDEMO), partido de centro-direita, mas perdeu a eleição para Alberto Fujimore, que em 2007 foi condenado a 25 anos de prisão pela justiça peruana, por violações aos direitos humanos.

Sem comentários:

Enviar um comentário